Como alugar um apartamento em Berlim

Se você já leu meu post sobre os primeiros meses aqui, deve lembrar de que um dos primeiros passos foi alugar um apartamento em Berlim (ou dois, se considerar o temporário e o permanente). Encontrar um apartamento em Berlim não é tão fácil assim. A oferta de apartamentos é grande, mas a procura é ainda maior. A procura é tão grande que geralmente as imobiliárias têm vários candidatos para escolher. Não preciso dizer que nós, estrangeiros, ficamos em desvantagem, especialmente no aluguel do primeiro apartamento aqui no país (ainda pior se não falamos alemão bem).

É preciso ter muita paciência e ser persistente. Quando estávamos procurando um apartamento para morar, procurávamos nos sites todos os dias e mandávamos e-mails para pedir para marcar visita. Fomos visitar vários apartamentos e nos inscrevemos para pelo menos uns três até conseguirmos esse onde moramos agora.

 

Apartamento em Berlim

 

  • Apartamento temporário (mobiliado)

O primeiro passo é alugar um apartamento temporário, o que dá para fazer antes de você chegar no país e com uma conta de banco internacional (não precisa ser de banco alemão). Você precisa ter um endereço na Alemanha para poder alugar um apartamento “permanente”, então o seu primeiro apartamento aqui será provavelmente mobiliado, sublocado ou diretamente locado com o dono por um tempo curto. No nosso caso, alugamos primeiro por dois meses, mas demoramos para encontrar o apartamento “permanente” onde moramos agora e tivemos que estender o contrato do apartamento temporário por mais um mês.

Importante: tenha certeza de que você pode fazer seu registro na cidade (Anmeldung) e colocar seu nome na caixa de correio e na campainha do apartamento, porque toda sua correspondência vai depender disso. Por que isso é tão importante? Porque os apartamentos aqui não têm um número específico. Exemplo: meu endereço (fictício) é Blablablastrasse 45. Esse é o número do prédio e também o endereço de todos os meus vizinhos. Logo, se o seu sobrenome não estiver na caixa de correio, o carteiro não vai saber em que apartamento você mora e você não vai receber sua correspondência.

Alternativa: uma possibilidade é usar o termo “bei” para indicar que você está sublocando aquele apartamento. Exemplo: se você está sublocando o apartamento do Frank Müller, na sua correspondência você pode usar o seguinte: Fulano de Tal (seu nome), bei Frank Müller, Blablablastrasse 45. Nesse caso, o carteiro vai colocar sua correspondência na caixa de correio do Frank Müller (ou seja, a sua).

Sites para aluguel temporário: HomeCompany (o que usamos), Airbnb.

 

  • Apartamento permanente (mobiliado ou não)

Para alugar um apartamento permanente (que pode ser ou não mobiliado) é importante já estar registrado em outro endereço na cidade e ter uma conta num banco alemão. Como eu já falei lá em cima, esse é o tipo de apartamento que pode demorar um pouco mais para encontrar e geralmente o contrato que você assina é para um período mínimo de um ano. O processo geralmente requer vários documentos para comprovar que você será capaz de pagar o aluguel (como o seu contrato de trabalho, por exemplo, e o SCHUFA, que eu explico melhor abaixo). Para esse tipo de apartamento, você geralmente seleciona nos sites os apartamentos que você quer ver, faz a visita, preenche um formulário e entrega documentos caso queira alugar o apartamento. Depois você senta e espera para ver se você foi selecionado ou não. Mesmo se a sua documentação estiver toda certinha, é a imobiliária (ou o dono do apartamento) que vai decidir se ele quer ou não que você alugue aquele apartamento. Depende da documentação, mas também da impressão que eles têm de você e de um pouco de sorte.

Dica: uma dica bem estranha que recebemos aqui (mas que aparentemente funciona) é colocar Dr. na frente do seu nome se você tem doutorado, porque isso pode facilitar a sua seleção pela imobiliária. Se funciona ou não, eu não sei, mas o meu marido colocou o título desde o começo (eu não tinha o título ainda na época) e não sei dizer se ajudou ou não.

Sites para procurar apartamento permanente: ImmobilienScout24 (o que nós mais usamos e o que eu considero o principal), Immonet, Immowelt.

apartamento_berlim_2

 

  • Termos importantes

Alguns termos importantes em alemão para quando você for procurar um apartamento para alugar.

Zimmer: número de cômodos (sem contar cozinha e banheiro)

Einbauküche (EBK): cozinha montada e equipada (recomendo). A cozinha do nosso apartamento veio equipada com todos os móveis, fogão, máquina de lavar louça e geladeira.

Etage: andar

Kaltmiete: aluguel frio, ou seja, aluguel do apartamento sem nenhum serviço.

Nebenkosten: custos extras, como aquecimento, água e manutenção do prédio no geral, mas esses custos geralmente estão especificados no contrato. Esses custos podem ser diferentes do que está escrito no anúncio. Os custos do anúncio são aproximados e podem variar de acordo com o consumo.

Gesamtmiete ou Warmmiete: aluguel completo.

Kaution: depósito (ou caução). Talvez você receba esse valor de volta quando devolver o apartamento, dependendo das condições em que o apartamento está.

Wohnfläche: área

SCHUFA: é um documento para provar que você não tem dívidas. Você precisa ter uma conta num banco alemão e estar registrado no país para poder pedir esse documento. Muitas imobiliárias pedem esse documento para que você possa alugar um apartamento, mas algumas imobiliárias podem abrir uma exceção para quem vem de fora da Alemanha e está morando aqui há pouco tempo.

Provision: comissão que você precisa pagar se contratar um agente imobiliário. No momento, a lei proíbe que as imobiliárias cobrem comissão do locatário.

  • Alugar um quarto

Também é possível alugar um quarto numa casa ou apartamento com outras pessoas, mas eu não tenho nenhuma experiência com esse tipo de aluguel. Vou deixar aqui alguns sites que podem ser usados para a busca de um quarto em Berlim: WG Gesucht, Dreamflat (disponível em inglês), WG-Suche (em inglês).

  • Em que região morar?

Caso você já saiba onde vai trabalhar ou estudar, é uma boa ideia ter em mente o mapa do transporte público de Berlim. Depende muito também de que estilo de vida você tem ou quer ter, mais calmo ou agitado. No futuro, quero escrever sobre os diferentes bairros de Berlim e o que esperar de cada um deles, mas primeiro preciso conhecer melhor certas partes da cidade. Os preços variam muito dependendo da área, então vale a pena expandir um pouco a busca para tentar encontrar preços mais em conta. Aqui você encontra um mapa para ter uma ideia de como os preços de aluguel variam de acordo com a área.

Boa sorte!

10 Comment

  1. Mara Regina says: Reply

    Olá Aline!
    Gostei muito desse post.Achei-o bem informativo e útil para quem precisa alugar um apartamento em Berlim.
    Ótimas dicas, muito legal!
    Beijo,
    Mara

    1. Aline says: Reply

      Obrigada! Tomara mesmo que seja útil para quem precisa alugar um apartamento aqui. É sempre bom saber por onde começar a procurar e o que esperar dessa busca.
      Beijo

  2. Isa says: Reply

    Boa noite.
    Que boa ajuda para quem precisa de alugar casa aí.
    Excelentes dicas, minha querida.
    Beijo.
    isa.

    1. Aline says: Reply

      Oi Isa, espero poder ajudar algumas pessoas com essas dicas.
      Obrigada! Beijo

  3. Andrade says: Reply

    Depois de ler este Post, encontrei uma razão válida para não
    me meter nesses trabalhos…..Safa……., que trabalheira…….
    Já não vou morar para a Alemanha….ahahahahah……
    Que tudo esteja a correr bem para vocês.
    Uma boa primavera.
    Beijilhos

    1. Aline says: Reply

      Hahaha, é verdade, Zé! É uma trabalheira mesmo!
      Uma boa primavera para vocês também.
      Beijo

  4. Regina says: Reply

    Oi Aline, gostei do seu site. Gostaria de saber se as imobiliárias que vc indicou tem site em inglês. Não sei alemão e preciso alugar um apartamento para meu filho que irá estudar aí esse ano. Gostaria de ter contato com a primeira imobiliária que vc indicou mas está difícil.
    Grata,
    Regina

    1. Aline says: Reply

      Oi, Regina.
      A HomeCompany tem site em inglês sim (https://berlin.homecompany.de/en/index).
      Aqui (https://berlin.homecompany.de/en/searchrequest-private) você pode fazer o cadastro em inglês com o tipo de apartamento que você precisa e o período de aluguel. Eu fiz esse cadastro no início, mas encontrei o apartamento mesmo fazendo a busca pelo site e indo em “Apply now” quando eu encontrei o apartamento que eu queria alugar. O contato com a HomeCompany foi em inglês, mas a dona do apartamento só falava alemão. Eu falei que eu não falava alemão, mas ela continuou escrevendo os e-mails em alemão e eu usei o Google Translate para responder. Eu enviava a mensagem em inglês e no mesmo e-mail a tradução (do Google Translate mesmo) em alemão.
      Quando eu aluguei pelo ImmobilienScout24 eu já estava morando em Berlim e eu só encontrei o site em alemão mesmo. Quase toda a comunicação (e-mails e contrato) foi em alemão, mas algumas pessoas aceitaram falar inglês quando me mostraram os apartamentos.
      Espero ter ajudado.

  5. renata says: Reply

    Adorei seu site, eu gostaria de saber se para tirar o visto de estudante você precisa ter o contrato de aluguel permanente, o que você ficaria pelo menos um ano, ou se serve o contrato de 2 meses no apartamento que você alugaria para conseguir ver os outros apartamentos?
    E a ImmobilienScout24 sempre que gosto de um apartamento mando e-mail, porem ninguém nunca me respondeu, isso é normal?

    1. Aline says: Reply

      Oi, Renata!
      Eu acredito que seja possível tirar o visto de estudante com o contrato de 2 meses, mesmo porque é muito difícil conseguir o aluguel “permanente” sem estar em Berlim (ou mesmo em outra cidade). Mas meu visto não é de estudante, então confira com o consulado se pode ser mesmo.
      No ImmobilienScout24 às vezes as pessoas não respondem mesmo, já aconteceu comigo também. Geralmente quando tem muitas pessoas interessadas no apartamento. Ajuda se você tiver um perfil bem completo e escrever em alemão.

Leave a Reply