Trilhas no Parque Nacional da Suíça Saxônica

Trilhas_Suica_Saxonica

O Parque Nacional da Suíça Saxônica se localiza no leste da Alemanha (não faz parte da Suíça como algumas pessoas podem pensar pelo nome), perto da cidade de Dresden e na fronteira com a República Tcheca (agora também conhecida apenas como Tcheca). Parte do parque está inclusive localizada na República Tcheca, onde é chamado de Parque Nacional da Suíça Boêmia.

Nós passamos três dias acampando e fazendo trilhas/hiking pelo parque e o local é perfeito para isso. Para quem não gosta de trilhas, tem pouco tempo e/ou quer ver apenas a atração mais famosa do Parque Nacional da Suíça Saxônica, vale a pena visitar a Bastei, sobre a qual já escrevi aqui.

 

Trilhas_Suica_Saxonica

Trilhas_Suica_Saxonica

Trilhas_Suica_Saxonica

Trilhas_Suica_Saxonica

Trilhas_Suica_Saxonica

 

Como chegar no Parque Nacional da Suíça Saxônica

Nós fomos para o parque de carro de Berlim e levamos um pouco menos de 3 horas, mas o acesso com transporte público também é fácil, principalmente partindo de Dresden (onde também fica o aeroporto mais próximo). Durante o dia, há vários trens regionais (S-Bahn) partindo de Dresden e parando em algumas cidades próximas do parque, incluindo Pirna, Königstein e Bad Schandau. Dessas cidades geralmente dá para pegar ônibus ou táxi para chegar mais perto das trilhas. Veja aqui mais informações sobre os ônibus disponíveis.

Para ir de Berlim a Bad Schandau é possível pegar um trem da DB. Da estação principal de Berlim (Berlin Hbf – Hauptbahnhof) a Bad Schandau o percurso (direto) é de pouco mais de 2 horas e meia. No site da DB você consegue encontrar todas as informações de horários e preços.

Veja também a localização do parque no mapa.

 

Trilhas_Suica_Saxonica

Trilhas_Suica_Saxonica

Trilhas_Suica_Saxonica

Trilhas_Suica_Saxonica

 

Trilhas/hiking no Parque Nacional da Suíça Saxônica

Caso você decida visitar o parque para fazer trilhas sozinho, sem um guia, saiba o que você está fazendo. Não apenas nesse parque, mas também em qualquer outro. Esteja preparado com um mapa, roupas e calçados adequados, água e lanchinhos. A trilha mais famosa do parque é o Malerweg, com 112 km de distância, que pode ser feita em cerca de oito dias. Nós fizemos algumas partes do Malerweg, além de outras trilhas.

Para quem pretende fazer trilhas no Parque Nacional da Suíça Saxônica por conta própria, eu recomendo visitar esse site (infelizmente somente em alemão) para escolher que trilhas fazer. Lá você pode pesquisar trilhas de acordo com a distância, dificuldade e duração, com fotos de lugares pelos quais a trilha passa e com um mapa de cada trilha em pdf para download. Foi o que meu marido usou para escolher onde iríamos. Vale a pena encarar o alemão do site com um tradutor, se necessário, porque tem muita informação valiosa.

Além das trilhas, o parque também oferece a possibilidade de escalada, como dá para imaginar vendo todas essas formações rochosas. Existem aproximadamente 14 000 rotas para escalada, que estão indicadas com marcações assim como as trilhas.

 

Trilhas_Suica_Saxonica

Trilhas_Suica_Saxonica

Trilhas_Suica_Saxonica

Trilhas_Suica_Saxonica

Trilhas_Suica_Saxonica

Trilhas_Suica_Saxonica

Trilhas_Suica_Saxonica

Trilhas_Suica_Saxonica

Trilhas_Suica_Saxonica

Trilhas_Suica_Saxonica

Trilhas_Suica_Saxonica

Trilhas_Suica_Saxonica

Trilhas_Suica_Saxonica

Trilhas_Suica_Saxonica

Trilhas_Suica_Saxonica

Trilhas_Suica_Saxonica

Trilhas_Suica_Saxonica

Trilhas_Suica_Saxonica

Trilhas_Suica_Saxonica

Trilhas_Suica_Saxonica

 

Onde nos hospedamos: acampamento e hostel

Como eu comentei lá em cima, nós acampamos nos dias em que estávamos no parque. Foi a minha primeira vez acampando e eu queria ter um lugar com banheiro limpo e chuveiro quente. Fomos no início de maio e durante a noite estava bem frio (uma noite chegou abaixo de 5 °C), então um chuveiro quentinho era fundamental para mim, principalmente depois de dias inteiros caminhando.

Sabendo das minhas necessidades (ou seria frescurinha?), meu marido encontrou o lugar em que ficamos, o Ferdinands Homestay, que é tanto acampamento como hostel. O lugar tem um espaço para montar a sua barraca e acampar, com a possibilidade de usar os banheiros, chuveiros e uma área comum do prédio. A outra possibilidade é reservar uma cama ou um quarto do hostel.

 

Trilhas_Suica_Saxonica

Trilhas_Suica_Saxonica

 

Gostei muito do local para acampamento e voltaria lá para acampar com certeza. Foi uma experiência positiva que tirou meu medo de acampar porque vi que existem opções limpas e confortáveis o suficiente. Wild camping sem banho não é para mim, pelo menos por enquanto. Devido à localização, acredito que é melhor para quem vai de carro, já que não fica muito perto de estações de trem ou pontos de ônibus.

 

Trilhas_Suica_Saxonica

 

A minha primeira visita ao Parque Nacional da Suíça Saxônica me fez ter vontade de voltar mais vezes. As paisagens são lindas, as trilhas são diversificadas e imagino que o lugar deve ser lindo também em outras estações do ano. É incrível como o mesmo lugar pode apresentar paisagens tão diferentes quando cheios de neve, por exemplo. Espero voltar um dia, quem sabe quando tudo estiver branquinho.

2 Comment

  1. Mara Regina says: Reply

    Oi Aline!
    Esse lugar é uma maravilha, um sonho .
    Parabéns pelas fotos, estão belíssimas.
    Beijo,
    Mara

    1. Aline says: Reply

      É um sonho de lugar mesmo!

Leave a Reply